Vino Santo. Grego ou Toscano?

Vino Santo. Grego ou Toscano?

A ligação entre a religião e o vinho vem de longa data fazendo parte das diversas culturas espalhadas pelo mundo. Mas é na Itália, mais precisamente na Toscana, onde podemos saborear o mais famoso dos vinhos com essa mística relação: o Vin Santo ou Vino Santo. De origem incerta, e repleta de mistérios, o Vin Santo é uma tradição na rica gastronomia local. Acompanhado de um pedaço do típico biscoito de amêndoas, o não menos famoso cantucci, embebido no líquido para amolecer e acentuar seu sabor, o Vin Santo finaliza a mais comum das refeições.

Mas afinal, que mistérios envolvem a origem deste santo vinho? Uma hipótese bem considerada é a de que tanto o vinho quanto o nome tenham surgido devido à ilha de Santorini, na Grécia. Durante muitos anos, a ilha foi dominada por mercadores venezianos que pegavam o vinho doce natural lá produzido e o vendiam na Itália, rotulando-o somente como “Vin Santo”.

Outra tese, seria a de que o vinho é santo porque estaria associado ao sacramento da eucaristia. Há também uma teoria, nascida no século XIV, que defende os poderes divinos de cura do Vin Santo, e se sustenta na historia de um frade franciscano de Siena que usava o vinho que sobrava das missas para tratar dos doentes da peste, alcançando curas milagrosas.

Independentemente da origem, o Vin Santo logo se espalhou pela Itália, e só na Toscana possui 10 DOC que regulam sua produção.

Curiosidade aguçada? Leia a matéria original

http://revistaadega.uol.com.br/artigo/conheca-historias-sobre-origem-do-vin-santo_10932.html#ixzz4lmEFWLmA

 

Comentários do Facebook

Share with:

FacebookTwitterGoogleLinkedIn