Touriga Nacional, origem no Dão, fama no Douro

Touriga Nacional,  origem no Dão, fama no Douro

Uva tinta portuguesa,  a Touriga Nacional além de originar alguns dos melhores  vinhos de  Portugal, no Dão e no Douro, em cortes ou como varietal, está muito na moda tornando-se gradualmente a mais conhecida e elogiada das castas lusitanas a nível internacional.

Casta Touriga Nacional

O vinho varietal da Touriga distingue-se  pela cor profunda,   perfume de violetas e aroma intenso de frutas vermelhas maduras (amoras, framboesas) com  nuances balsâmicas (resina, cedro…). Taninos nobres, perceptíveis mas a o mesmo tempo suaves, delicados, elegantes. Com notável simbiose com a madeira, sua passagem por barrica aumenta a sua complexidade aromática e tende a melhor estruturá-los.

Já nos vinhos do Porto ela colabora com notas compotadas de amoras, de figo seco,   de doce de amêndoas e avelãs.

Antes da devastação da filoxera era a casta mais plantada no Dão chegando, pelo que consta, a cobrir 90% do vinhedo da região. Injustiçada por seu baixo rendimento – os vinhateiros queriam quantidade – passou a ser preterida por outras castas de maior produção e entrou em forte declínio. Com a entrada de Portugal na União Européia, o mercado passou a exigir vinhos de superior qualidade. Foi então que a Touriga teve um renascimento no Dão, passou a assumir posições no Douro, ao norte, espalhando-se depois para outras áreas vinícolas de Portugal ao sul.

Se hoje ela está presente na maior parte das regiões demarcadas de Portugal e é plantada em outros países, inclusive no Novo Mundo, o atual status de estrela da Touriga Nacional (TN) deve-se em grande parte a seus vinhos varietais do Douro onde passou a ser extensivamente cultivada nos  terrenos inclinados e ensolarados de solo xistoso da região. Você pode conferir, por exemplo, com o Quinta do Vale da Raposa TN, de Domingos Alves de Sousa (Decanter) ou o Monte Meão TN, da Quinta Vale do Meão (Mistral) ou o Quinta Nova TN, da Quinta N. S. do Carmo (Grand Cru), entre muitos outros. Saúde!

euclides-na-adegaEuclides Penedo Borges, é professor e dirigente da ABS Rio, autor de 5 livros sobre vinhos, entre eles o “Degustando Vinhos” recém lançado, sócio- diretor técnico da Bodega Otaviano  de Mendoza, Argentina (vinhos Penedo Borges).

Comentários do Facebook

Share with:

FacebookTwitterGoogleLinkedIn